Escola Tasso da Silveira – Entrevista UOL notícias

Ninguém deve ficar tanto tempo sozinho com seus fantasmas” (2:40)
Para o professor Paulo Carrano, da UFF (Universidade Federal Fluminense), a grande questão é como a sociedade brasileira vai reagir ao massacre na escola Tasso da Silveira,  em Realengo. O professor fala sobre as medidas de segurança que podem ser adotadas nas escolas e critica propostas de fechamento da escola: “A gente tem que estimular o diálogo e o convívio”, afirma.

Escola precisa ter mais atenção com os alunos (0:39)

“Wellington se isolou e conviveu sozinho com seus próprios fantasmas e medos”, afirma o professor Paulo Carrano, da UFF (Universidade Federal Fluminense). Ele analisa a capacidade da escola de receber alunos com os mais variados perfis, respeitando as diferenças.

Escola Tasso da Silveira tem direito à excepcionalidade (1:17)

Para o professor Paulo Carrano, da UFF (Universidade Federal Fluminense), o caso da escola Tasso da Silveira está sendo tratado com a excepcionalidade que merece. “A escola ganhou uma licença para se reiventar e experimentar. Acho que ela pode ser um paradigma de reinvenção da própria escola”, disse Carrano.

Educação no Brasil será pensada antes e depois de Realengo (2:47)

O professor Paulo Carrano, da UFF (Universidade Federal Fluminense), analisa o cenário da educação brasileira depois do massacre na escola Tasso da Silveira, em Realengo. Ele aponta dois riscos: o autoritarismo, com padrões de segurança e vigilância para tentar evitar algo que não podia ser previsto; e o risco da passividade, com o assunto caindo no esquecimento.

Um comentário em “Escola Tasso da Silveira – Entrevista UOL notícias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s