Documentário – O modo poético

Organizei esta playlist inspirado pelo roteiro cinematográfico que nos fornece Bill Nichols (2005) sobre o que ele chamou de “O modo poético” do filme documentário*. Todos os 14 filmes, completos ou seus fragmentos, estão no Youtube. Não há homogeneidade nem tampouco linearidade histórica no conjunto de filmes que o autor elenca e comenta. Afinal, como ele mesmo diz:

O modo poético tem muitas facetas, e todas enfatizam as maneiras pelas quais a voz do cineasta dá a fragmentos do mundo histórico uma integridade formal e estética peculiar ao filme (NICHOLS, 2005:141).

Para mim, cada vez mais interessado em trabalhar com filmes documentários sem, contudo, deixar de imaginar imagens e sons que se constituam em si mesmo conceitos em diálogo com a realidade observada e interpretada, foi um prazeroso e instrutivo exercício conferir a lista de Nichols. Bill Nichols é professor da San Francisco State University, e um dos mais influentes especialistas em filmes documentários.

Espero que gostem também do diálogo entre documento e poesia que segue.

 

*Além do “modo poético”, Nichols define o que considera os outros modos do filme documentário, a saber: o expositivo, o observacional, o interativo e o reflexivo.

NICHOLS, Bill. Introdução ao documentário. Campinas, SP: Papirus, 2005.

Confira aqui a entrevista de Bill Nichols ao Jornal da Unicamp.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s