Mostra Corpos da terra – imagens dos povos indígenas no cinema brasileiro

A CAIXA Cultural do Rio de Janeiro apresenta, de 4 a 16 de abril de 2017 (terça-feira a domingo), a mostra Corpos da Terra – Imagens dos Povos Indígenas no Cinema Brasileiro, com a exibição de 39 filmes que traçam um panorama da relação entre os povos originários e o cinema. O projeto tem curadoria de Eric Macedo, Flora Bezerra, Gabriel Meyohas e Thiago Ortman, e é uma produção Lúdica Produções. O patrocínio é da Caixa Econômica Federal e do Governo Federal.

Foram selecionados curtas, médias e longas-metragens que abordam diferentes aspectos da vida e da história indígena no país, dando atenção especial à relação entre os povos e a terra, seus diferentes modos de ocupação do espaço e às histórias de usurpação de seus territórios tradicionais.

Durante a mostra, o público poderá conferir produções cinematográficas recentes dos próprios índios, entre elas Bicicletas de Nhanderu (2011), Índio Cidadão (2014) e Karai Ha’egui Kunhã Karai ‘ete: Os verdadeiros líderes espirituais (2014), além de obras fundamentais do cinema brasileiro, como Descobrimento do Brasil (1936), Serras da desordem (2006), e outras mais atuais, como Martírio (2016) e Taego Ãwa (2016).

Na terça-feira de abertura (4), haverá uma sessão especial, às 19h, com a exibição do filme Taego Ãwa – filme (2016), de Marcela e Henrique Borela. Nos dias 7 e 14 de abril (sextas-feiras), as sessões de Uaka (1988) e 500 Almas (2017) terão a presença de seus respectivos diretores, Paula Gaitán.

#Debates:
Além da programação de filmes, serão promovidos dois debates e uma roda de bate-papo a respeito de questões sobre os povos indígenas e sua relação com a produção cinematográfica nacional. No dia 06 de abril (quinta-feira), às 19h, o debate #Demarcação: Uma questão de primeira ordem reúne Eduardo Viveiros de Castro e Francineia Fontes. No dia 9 de abril (domingo), às 19h, Renata Tupinambá e Alberto Alvares discutem as diferentes maneiras como os índios foram e são retratados no cinema brasileiro no debate Olhares e construções: #Indígenas nas telas.

E no dia 13 de abril (quinta-feira), às 19h, ocorre a roda de bate-papo #MulheresIndígenas na cidade, com a presença de importantes vozes femininas, como a jornalista, indígena urbana e fotógrafa Sallisa Rosa, a mestranda em antropologia e guarani nhandeva, Sandra Benites, e a estilista e artesã da etnia anambé, Maria do Socorro Borges. A roda será uma conversa aberta, pautada pelas vivências de mulheres indígenas na cidade. O encontro será realizado no saguão da CAIXA Cultural Rio de Janeiro, com entrada franca.

Fonte: Youtube. Acesse a página da Mostra: Corpos na Terra.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s