Setembro em fotos

Casa que arrendamos em Lisboa
Casa que arrendamos em Lisboa

Esta é a casa que arrendamos, diz-se assim o ato de alugar, em Lisboa. Ana Karina chega neste comecinho de outubro. O apartamento fica à Graça, o bairro. Ao menos não teremos saudades de Santa de Teresa.

Publiquei um álbum com fotos deste meu quase um mês em Lisboa e adjacências ( Óbidos, Nazareth e Mafra para onde fomos em belo passeio a convite do amigo José Machado).  Vejam o link com as fotos ao final.

E na hora de classicar as fotos? É sempre assim, classificamos por tema, data ou espaço? As mais bonitas ou as mais significativas? Enfim, o Walter Benjamin é que tinha razão quando dizia que toda classificação é arbitrária e a que mais sentido faz é aquela que surge quando os livros estão espalhados pelo chão na hora da mudança. Enfim, resolvi organizar o álbum pela categoria tempo. Como ficarei aqui até fevereiro, publicarei o resumo fotográfico mensal. O tempo foi curto e não deu tempo de inserir legendas. É bom também porque o olhar fica mais liberto. As fotos com pratos de comida são o singelo registro do meu exercício de sobrevivência culinária. Dia desses publico a receita!

Acesse aqui o álbum de setembro

3 comentários

  1. Oi Carrano

    Tudo correndo bem em Lisboa… fico feliz!

    Lindas fotos!!! Deu até vontade de fazer um pequeno passeio…
    Difícil mesmo classificar. Mais difícil ainda classificar qual a mais bonita ou significativa… digamos que as dos pratos e principalmente a do casamento chamou minha atenção! 🙂

    Aproveite bastante as horas de estudo e lazer!

    Bjos
    Dani

    Curtir

  2. Dani, Carlos,
    a cidade é muito fotogênica e dá vontade de clicar. Retornei agora de um safari fotográfico noturno. Fui a um miradouro que tem aqui perto de casa. Uma vista linda da cidade. São meia noite e meia, e isso é mais legal de tudo, poder sair a noite com câmera fotográfica sem aquela sensação de que será atacado na próxima esquina. Claro aqui também não é o céu e algum perigo há, mas as pessoas ainda namoram no mirante, as crianças brincam até tarde na rua e é possível ver cachorro passeando com o dono até de madrugada. Aonde foi que perdemos aí no Brasil e deixamos escapar o direito à cidade também à noite?
    Forte abraço,
    Carrano

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s