Meu cotidiano em fotos – Orientações e referências para o trabalho da disciplina Ciências Sociais, Conteúdo e Método – Curso de Pedagogia/UFF

Publicado por

Desde o ano de 2012 proponho a realização do ensaio fotográfico e analítico intitulado “Meu Cotidiano em Fotos” para os inscritos na disciplina Ciências Sociais, Conteúdo e Método – Curso de Pedagogia/UFF. A atividade consiste num trabalho individual que busca articular a sensibilidade do olhar fotográfico com a reflexividade sobre o próprio cotidiano e a vida social mais ampla. O acervo de textos e fotos está em fase de catalogação e integra a pesquisa Eu sou muitos: compreendendo imagens e processos de individuação de jovens estudantes (Bolsa PIBIC/CNPq-UFF). 

Seguem abaixo instruções para a realização do trabalho e referências para a produção das fotografias e texto de análise.

Instruções para o trabalho individual Meu Cotidiano em Fotos. 

A proposta do trabalho individual final é um ensaio fotográfico entre 5 e 10 fotografias em quase “conte uma história” sobre a vida cotidiana do/da estudante fotógrafo/a. O exercício está relacionado com a busca de nosso curso Ciências Sociais, Conteúdos e Métodos em fazer dialogar a reflexividade sobre si com a ampliação de conhecimento sobre as relações sociais contemporâneas.

O trabalho será recebido pelo e-mail trabalhos.carrano@gmail.com até o dia 10.12
As fotos devem ser feitas especialmente para o ensaio proposto. Caso já tenha feito uma fotografia que julgue que poderia fazer parte do ensaio, tente refazê-la buscando um novo ângulo, nova composição ou olhar sobre o que foi retratado anteriormente. Caso considere extremamente importante, pode utilizar alguma outra fotografia produzida anteriormente. Justifique o uso da foto pré-existente ao presente trabalho.

Os arquivos das fotos, em extensão .jpg, devem ter o seguinte formato:

– O ano, o período (1 ou 2), o turno (M – manhã ou N – noite), nome e sobrenome e número da foto. 

Exemplos:

2018_2_M_PauloCarrano_1     

2018_2_N_CarlaAlves_2;

Não insira as fotos no texto descritivo analítico sobre as mesmas. As fotos numeradas e nomeadas devem ser enviadas por e-mail e separadas do texto. O texto, sem as fotos, deve ser enviado em formato .doc. Não envie o texto em formato pdf ou power point. 

O texto descritivo-analítico deve acompanhar o ensaio fotográfico no seguinte formato: até 3 páginas (espaço 1,5; fonte The News Roman 12); sem fotos no corpo do texto. As fotos devem ser enviadas como anexos do e-mail.

Os seguintes elementos serão levados em consideração na avaliação do trabalho:

  1. Escrita sobre o processo de criação do ensaio (dúvidas, caminhos pensados e não realizados, dificuldades, os sentidos da delimitação do olhar para o ensaio etc).
  2. Descrição de cada uma das fotos e/ou sequencia queo/a fotógrafo/a julgue mais significativas para o ensaio.
  3. Resposta à seguinte pergunta: “Que história sobre meu cotidiano as fotografias que fiz contam?”.
  4. Diálogos com autores e textos trabalhados no curso e outros relacionados  que contribuam para a interpretação do ensaio fotográfico.
  5. Vínculos entre o ensaio fotográfico e a vida social mais ampla.
  6. Atenção ao formato do trabalho descrito acima.

Atenção: ao fotografar pessoas, especialmente em ambientes privados, tenha o cuidado de explicar o objetivo do ensaio fotográfico e pedir autorização para realizar a fotografia.

Temos um perfil para o ensaio no Instagram. Publique suas fotos preferidas e comente com #meucotidianoemfoto

Seguem links para textos e ensaios para “ajudar a olhar”.

MARTINS, José de Souza. A fotografia e a vida cotidiana. Ocultações e revelações. In: Sociologia da fotografia e da imagem. São Paulo: Editora Contexto. Pp 33-62. Ver anexo ou arquivo disponível na Internet: https://www.dropbox.com/s/4vs1x1bskikhxs6/Digitaliza%C3%A7%C3%A3o%2015%20de%20nov%20de%202017%2012_15.pdf?dl=0 Acesso em 15.11.2017

A aventura do olhar A famosa carta do fotógrafo Sergio Larraín ao sobrinho – Sergio Larraín

As fotografias contam histórias  – “Janela da Alma” / Extras – Wim Wenders

Fotógrafos/as

Henri Cartier-Bresson – “O Olho do Século

Nobuyoshi Araki [part 1]

Enciclopédia de Fotografia – Aula de Especialización Fotográfica – Barcelona

Dicionário Histórico-Biográfico dos fotógrafos e da fotografia no Brasil

40 Fotógrafos Brasileiros que Você Precisa Conhecer

Aprenda com Eles: Os 50 melhores fotógrafos do Brasil

FOTOGRAFAR COM O CELULAR

Fotografia com Celular – 10 Dicas Básicas

Tutorial de Fotografía de la Vida Cotidiana

O que você precisa entender sobre mobgraphia

EXPOSIÇÕES FOTOGRÁFICAS

Uma seleção de exposições pelo mundo para quem gosta de fotografia

Exposições no Brasil
https://revistazum.com.br/exposicoes/exposicoes-brasil/

O enigma Vivian Maier – Parte I
O enigma Vivian Maier – Parte II

O álbum do estranhamento familiar na fotografia de Ilana Bar 

Concurso Prix2017 Photo Web – Aliança Francesa. Tema: Famílias.

Sugestão de ensaios fotográficos:

Mãe Beta

Tempo da Delicadeza

FAVELICIDADE

Família MST: A Luta pela Reforma Agrária na Baixada Fluminense (RJ)

PERENIDADE

COZINHA MINEIRA

Os Indíos da Metrópole

Agricultura Familiar

Reflexões sobre meu álbum de família

Linhagem

Imigrante _ Filho, volto pra te buscar!

Kitnet Solidão

Filhas de Exu

L’Album de Famille

A gente do mundo

luiz di bella

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s